Categoria: Dietas

Dieta antienvelhecimento

Esta não é apenas uma dieta na qual você pode perder alguns quilos a mais. Esta é uma dieta que lhe dará a chance de se despedir e, por vários anos, fará com que você seja mais jovem e mais atraente. A essência da dieta é estabelecer o trabalho de bactérias “boas” no corpo, que por sua vez melhoram o sistema digestivo e afetam positivamente a condição da pele. Você pode aumentar o conteúdo de boas bactérias devido a probióticos, prebióticos e Biocaps. Se você comer o primeiro e o segundo diariamente, em apenas uma semana o número de bactérias benéficas aumentará em 133 milhões.Além disso, atenção especial deve ser dada aos produtos que contenham antioxidantes, já que o trabalho deles é neutralizar o efeito destrutivo dos radicais livres na pele. O terceiro componente que o ajudará a parecer jovem é a gordura certa. discurso é claro que é sobre ômega-3, -6 e-9. Eles não apenas nos ajudam a parecer mais jovens, mas também combatem ativamente a inflamação e a vermelhidão na pele.

 

A fim de evitar quebras e perda de força, a dieta precisa ser diversificada devido aos carboidratos complexos, adicionando acompanhamentos de cereais ao cardápio. Está cientificamente comprovado que eles lidam perfeitamente com os dois objetivos da dieta – perder peso e rejuvenescer. Os cereais são ricos em vitaminas do complexo B, ferro e ácido linoleico. A principal regra daqueles que querem preservar sua juventude e saúde por um longo tempo é aderir aos princípios básicos da nutrição antienvelhecimento, não periodicamente, mas constantemente. Comece bem o seu dia: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão acordará seu corpo e se preparará para comer. Durante o dia, tente beber 6 copos de água, chá de ervas ou verde com leite de baixa caloria. E desista do café, que por sua vez aumenta os níveis de cortisol e insulina, que “bloqueiam” a gordura no corpo.

14 dias menu anti-envelhecimento

Dia 1 e 8

Manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: ovos mexidos com 2 ovos, 50 g de salmão defumado, 1 pedaço de pão integral.
Lanche: maçã.
Almoço: salada de agrião, 6 tomates cereja, 50 g de queijo feta, temperado com azeite de oliva, aveia.
Lanche: 100 g de iogurte natural.
Jantar: pimentão vermelho assado recheado com legumes.

Dia 2 e 9

Manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: aveia na água com frutas e nozes.
Lanche: laranja.
Almoço: sopa de legumes, 2 torradas, kefir com pouca gordura.
Lanche: 2 unid. biscoitos de aveia caseiros.
Jantar: 125 g de salmão grelhado com suco de limão e uma gota de azeite com salada de espinafre e tomate.

Dia 3 e 10 da

manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: smoothie de 200 g de iogurte natural, 1 colher de chá. mel, banana e 1 colher de sopa. eu aveia.
Lanche: 2 kiwi.
Almoço: 200 gramas de batata cozida, salada verde.
Lanche: iogurte natural.
Jantar: 100 g de frango assado no forno com 100 g de tomate e pimentão. Decorado com 50 g de arroz integral cozido.

Dia 4 e 11

Manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: pêra, 2 kiwi, iogurte.
Lanche: um punhado de nozes.
Almoço: torta de legumes de 150 g com salada de espinafre, tomate, temperado com azeite de oliva.
Lanche: torrada com queijo.
Jantar: 100 g de carne de porco magra, grelhada com 100 g de couve-flor cozida.

Dia 5 e 12

Manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: 2 torradas, banana, iogurte.
Lanche: 2 kiwi.
Almoço: Legumes assados ​​com pão integral e salada verde.
Lanche: 200 ml de kefir.
Jantar: 100 g de peixe grelhado com tomate.

Dia 6 e 13

Manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: 2 torradas com leite, uma porção de frutas da estação.
Lanche: maçã.
Almoço: ovos fritos a partir de 2 ovos com feijão, espinafre e pimenta.
Lanche: iogurte.
Jantar: 100 g de carne cozida com tomate cereja e abobrinha assada.

Dia 7 e 14

Manhã: um copo de água morna com 1/2 fatia de limão ou lima.
Café da manhã: croutons com tomates assados.
Lanche: biscoitos.
Almoço: 100 g de rosbife com couve, cenoura e alho-poró.
Lanche: porção de frutas da estação.
Jantar: salada de pêra, frutas, agrião e queijo com pão integral.

Dieta antienvelhecimento

Perca peso após as férias com um smoothie verd

Perca peso após as férias com um smoothie verd

Duas semanas de festas festivas é uma época de alta carga para todos os órgãos internos. Após as férias, somos assombrados pelo excesso de peso, pelo inchaço, pelo estado geral sonolento de todo o organismo. Para se livrar dos quilogramas ganhos e tonificar seu corpo, prepare um remédio eficaz para a limpeza do corpo – um smoothie verde. Beba este batido todas as noites 30 minutos antes de dormir. Essa bebida ajudará a se livrar de quilos extras, inchaço, sensação de peso e inchaço. Você pode beber a bebida duas vezes por dia, também 30 minutos pela manhã antes das refeições. Ele irá ajudá-lo a acordar, animar e dar um mar de energia. É especialmente recomendável beber esta bebida para quem leva uma vida esportiva ativa.

 

A receita para um smoothie saudável


Ingredientes:

  • água mineral sem gás 200 ml.
  • salsa 20 g.
  • suco de 1 limão
  • gengibre ralado 1 colher de sopa. eu
  • pepino fresco ou maçã verde para escolher (alternativo) 1 unid.
  • suco de aloe 1 colher de sopa. eu

Método de preparação: Coloque todos os ingredientes em uma tigela e triture bem até ficar homogêneo.

O gengibre contido na bebida ajuda a lidar com o inchaço. Além disso, o gengibre possui propriedades bactericidas e anti-sépticas. Além disso, o gengibre melhora a digestão, estimula o estômago, tem um efeito laxante, ajuda a remover as toxinas do corpo.

A salsa é uma fonte de vitamina C, normaliza perfeitamente o processo de digestão dos alimentos, tonifica perfeitamente, tem um efeito diurético, limpa o corpo de substâncias nocivas. É uma fonte de antioxidantes e tem um efeito anti-inflamatório.

Suco de limão ajudar a se livrar de quilos extras. O ácido cítrico natural do limão é um excelente estimulante para o funcionamento ativo do sistema digestivo. Além disso, o limão contém vitaminas e minerais úteis, ajuda a fortalecer a imunidade.

O suco de aloe também é um excelente laxante, ajuda a estabelecer o metabolismo, melhora a secreção de enzimas digestivas. Estudos de laboratório mostraram que o aloe contém vitaminas, minerais, aminoácidos, necessários ao organismo, principalmente durante a restrição da ingestão de alimentos.

Graças ao pepino fresco na composição da bebida, você se livra do excesso de papos. A fibra garantirá a função intestinal normal. Pepino é outra fonte de substâncias e minerais úteis para o corpo.

Maçã verde– ajuda a “limpar” o fígado, que é muito útil após longas festas, ajuda a remover toxinas prejudiciais do corpo, ajuda a perder peso.

Para obter ótimos resultados, enquanto toma um smoothie verde, recusa-se a comer alimentos gordurosos e doces, reduz a ingestão de sal. Muitas vezes, caminhar ao ar livre e praticar esportes, também conheça o emagrecedor Moder Diet Reclame Aqui

Dieta japonesa

O lema da dieta japonesa é moderação. Segundo os nutricionistas, esse sistema alimentar é rigoroso no Samurai, seu baixo teor calórico fornece resultados tangíveis, mas também pode prejudicar a saúde. Um menu de duas semanas ajudará a reduzir o peso para 6 kg

Prós da dieta japonesa

O nome da dieta japonesa pode ser enganador, mas, na verdade, é composto de produtos simples que não estão relacionados à alta culinária japonesa tradicional.

O nome da dieta é uma referência ao princípio da nutrição dos japoneses. Segundo a tradição oriental, qualquer refeição é muito moderada, após o que há uma leve sensação de fome. Segundo alguns relatos, os japoneses consomem 25% menos calorias do que os residentes de outros países. Além disso, todos os alimentos são baixos em calorias e variados.

O princípio da ação é uma reestruturação gradual da atitude em relação à nutrição em geral: reduzir o conteúdo calórico total da dieta, que é baseada em proteínas leves, e os carboidratos são reduzidos. A fibra de vegetais e frutas ajuda a manter uma sensação de plenitude.

A dieta japonesa ajuda a eliminar toxinas, e o resultado dura o suficiente.

Contras da dieta japonesa

A dieta requer uma adesão estrita às regras alimentares que não podem ser alteradas, o que pode ser bastante difícil.

Ao mesmo tempo, a proporção de proteínas, gorduras e carboidratos é violada, o que leva à falta de certas substâncias e a um aumento da carga sobre os rins, que são forçados a exibir um grande número de produtos de processamento de proteínas. O baixo teor calórico da dieta japonesa pode levar a alterações negativas no corpo, pois diminui o metabolismo. A dieta é contra-indicada para pessoas com doenças do estômago e intestinos, grávidas e lactantes, enfraquecidas após a doença.

No café com o estômago vazio, pode haver uma reação na forma de azia. Nesse caso, substitua-o por chá ou dilua com leite desnatado.

Menu de 14 dias para dieta japonesa

Durante a dieta, você precisa beber pelo menos 1,5 litros de água, não coma açúcar, farinha, gordura e especiarias. Frutas e vegetais doces, como bananas, uvas e beterraba, são excluídos.

Todos os produtos são selecionados de maneira a saturar o corpo o máximo possível com a nutrição da dieta, reduzindo as calorias. Portanto, você não pode substituir um produto por outro.

Semana 1
1º dia
Café da manhã : dois ovos cozidos, chá verde

Almoço: filé de frango cozido 200 gr, salada de couve de Pequim com manteiga

Jantar: beber iogurte sem aditivos um copo, chá verde

Dia 2
Café da manhã: 200 g de queijo cottage sem gordura, café expresso

Almoço: vitela cozida 200 gr, salada de cenoura ralada com manteiga

Jantar : uma xícara de kefir

Dia 3
Café da manhã : café expresso, biscoito de farinha de trigo integral

Almoço : filé de frango cozido 200 g, salada de couve de Pequim com manteiga

Jantar : couve de Bruxelas assada e feijão verde 250 gr

Dia 4
Café da manhã: dois ovos cozidos, chá verde

Almoço : salada de pepino, cebola e pimentão, vitela cozida 200 gr

Jantar : 200 gr queijo cottage com baixo teor de gordura

Dia 5
Café da manhã : beber iogurte sem aditivos um copo, chá verde

Almoço : vitela cozida 200 gr, salada de cenoura ralada com manteiga

Jantar:
 iogurte kefir

Dia 6
Café da manhã : café expresso, biscoito integral

Almoço: couve de Bruxelas assada e feijão verde 100 gr, peixe cozido 200 gr

Jantar : suco de tomate, frutas

Dia 7
Café da manhã: 200 g de queijo cottage sem gordura

Almoço : filé de frango cozido 200 g, salada de couve com manteiga de Pequim

Jantar: salada de pepino, cebola e pimentão, vitela cozida 200 gr

Dica
Antes de uma dieta, é desejável reduzir gradualmente a porção de alimento para que uma redução acentuada na dieta seja menos estressante. Gradualmente, o corpo se adapta a pequenas porções, mas a princípio pode haver fortes crises de fome. Durante eles, você precisa beber um copo de água morna e sentir dores no estômago – coma frutas. Se nenhuma melhora for observada dentro de alguns dias, a dieta deve ser descontinuada.
Semana 2
1º dia
Café da manhã : dois ovos cozidos, chá verde

Almoço : vitela cozida 200 g, salada de cenoura ralada com manteiga

Jantar : salada de pepino, cebola e pimentão, peixe assado 200 gr

Dia 2
Café da manhã: café expresso, bolacha integral

Almoço: filé de frango cozido 200 gr, salada de repolho com manteiga e Pequim

Jantar : um copo de kefir

Dia 3
Café da manhã: 200 g de queijo cottage sem gordura

Almoço: couve de Bruxelas assada e feijão verde 100 g, peixe cozido 200 g

Jantar: beber iogurte sem aditivos um copo, chá verde

Dia 4
Café da manhã: dois ovos cozidos, chá verde

Almoço: vitela cozida 200 g, salada de cenoura ralada com manteiga

Jantar: suco de tomate, frutas

Dia 5
Café da manhã: beber iogurte sem aditivos copo, chá verde

Almoço: filé de frango cozido 200 g, salada de couve de Pequim com manteiga

Jantar: vitela cozida 200 g, salada de cenoura ralada com manteiga

Dia 6
Pequeno-almoço: café, torradas de trigo integral

Almoço: Vapor 200g de peixe, abobrinha refogada

Do Jin : um copo de kefir

Dia 7
Café da manhã : ovos cozidos 2 peças, café expresso

Almoço: um pedaço de carne cozida 100 gr, salada de repolho com manteiga

Jantar: suco de tomate, maçã

Dica
Nesta semana, a sensação de fome não será tão forte e a saciedade ocorre após uma pequena quantidade de comida, pois o estômago diminui gradualmente de volume. No entanto, se após a primeira semana você se sentir mal e fraco, é melhor não continuar a dieta.

Resultados

No final da dieta, devido a pequenas porções, o tamanho do estômago é reduzido, o que ajudará a não se soltar e a não atacar todos os alimentos proibidos. Para manter o resultado, você precisa seguir uma dieta equilibrada.

Em duas semanas você pode perder até seis quilos, mas devido à ingestão muito baixa de calorias, existe o risco de deficiência de vitaminas e vários problemas estomacais. O café com o estômago vazio ajuda a remover a água, o que alivia o inchaço, mas leva à desidratação e parte do peso esquerdo não é na verdade gordura, mas água. Para evitar distúrbios no balanço hídrico, recomenda-se beber muito.

Para auxiliar em sua dieta tome Thunder Effect funciona muito bem.

Revisões do nutricionista

– A dieta japonesa é adequada para pessoas com resistência ao samurai, porque você só terá 3 refeições e porções extraordinariamente pequenas. Uma redução acentuada de calorias pode causar estresse ao organismo e uma deficiência de vitaminas. Portanto, eu recomendo beber vitaminas adicionalmente. Tenha cuidado com o café, esta bebida não é adequada para todos e pode causar azia. Depois de sair da dieta, é importante aderir ao princípio da moderação em nutrição ”, diz Dilara Akhmetova, consultora de dietistas, coach de nutrição.

Dieta japonesa

Dieta flexível de trigo sarraceno perca 5 kg por semana

Dieta flexível de trigo sarraceno economiza 5 kg por semana

 

Para uma dieta de trigo sarraceno cozida , não é cereal cozido, mas cozido no vapor: este método permite que você salve todas as vitaminas, minerais e macronutrientes úteis.

Como cozinhar o trigo sarraceno: Coloque   1 xícara de cereal em uma garrafa térmica, despeje três xícaras de água fervente e deixe-a durante a noite. Drene o excesso de água. Sua dieta diária está pronta.

A duração ideal da dieta do trigo sarraceno é de 7 dias. Por um período mais curto de tempo, o corpo não tem tempo para perder o número necessário de calorias, e uma maior permanência na dieta de trigo sarraceno causará pelo menos uma aversão a esse maravilhoso cereal por toda a vida.

Lembre-se:

  • Para eliminar o desequilíbrio, adicione kefir ao trigo sarraceno e 1 fruta à sua escolha.
  • Em qualquer quantidade, você pode beber chá verde ou café sem açúcar e água limpa sem gás.
  • O trigo mourisco pode ser consumido o quanto você quiser, mas apenas sem sal, açúcar, especiarias e manteiga.

Se sentir uma fome insuportável antes de ir para a cama, você pode beber um copo de iogurte ou comer algumas frutas (em pequenas quantidades) e, para obter um resultado adicional, você precisa dar 10.000 passos todos os dias.

Os benefícios do trigo mourisco e, portanto, da dieta do trigo mourisco:

  • Trigo sarraceno normaliza a pressão arterial.
  • Preserva a beleza das unhas, força do cabelo.
  • Dá tom de pele.
  • Reduz o risco de anemia.
  • Retarda o envelhecimento das células.
  • Fortalece o tecido ósseo.
  • Combate a inflamação, protege o corpo contra vírus.
  • Participa da digestão, promove a cicatrização de feridas.
  • Fortalece os dentes, normaliza o metabolismo e a produção de glicose.
  • Remove substâncias nocivas do corpo, melhora o bem-estar em caso de reação alérgica.
  • Responsável pela produção normal de calor pelo organismo.

Você vai gostar do resultado! A dieta do trigo sarraceno permite obter excelentes resultados – em apenas uma semana você pode perder até 5 kg é claro se acompanhado de Sinelim!

Top 5 razões para usar abacates para perda de peso todos os dias

Top 5 razões para usar abacates para perda de peso todos os dias

 

O abacate elegante, popular e delicioso é o rei das gorduras saudáveis. Alguém o usa para uma pele bonita, alguém para cabelos, mas os nutricionistas recomendam o uso de abacates para perda de peso. Sim, sim, e isso apesar do fato de ter tantas gorduras. Pelo contrário, é por isso. 

O abacate não é um vegetal, nem uma fruta ou uma fruta, mas uma baga de semente única cultivada no México, mas é completamente diferente de mirtilos e morangos. A quantidade de calorias em um abacate excede em muito o conteúdo calórico de framboesas ou qualquer outra baga. Então, por que então um abacate é considerado útil para perder peso e manter uma figura? Por causa de sua composição.

Um abacate médio contém 322 calorias e 29,5 gramas de gordura. No entanto, 20 gramas deles são gorduras monoinsaturadas, o que torna a baga útil para a forma e a saúde do corpo. Além disso, ao contrário de outras frutas, você pode usar abacates no café da manhã , almoço ou jantar sem uma pontada de consciência, pois contém pouco açúcar e as gorduras só ajudarão a melhorar a digestão.

Graças à sua capacidade comprovada de reduzir o colesterol, suprimir a fome e até reduzir a gordura da barriga (assim como o Easy Belt), o abacate é talvez um dos poucos produtos ideais para perda de peso.

Se você deseja iniciar uma deliciosa perda de peso, adicione abacates à sua dieta.

No entanto, lembre-se de que 1 abacate por dia é o máximo para não “exceder” as gorduras; caso contrário, o efeito desejado para perda de peso não será. Os nutricionistas recomendam observar a taxa de gordura por dia e, com base nisso, regular a quantidade de abacates no menu diário.

Se você adicionar óleo à louça, comer peixe ou frutos do mar gordurosos, reduza o número de abacates para metade do dia. A principal coisa – o equilíbrio de gorduras, carboidratos e proteínas – esta é a chave para perder peso.

Você ainda acha que come essa baga ou não? Então, aqui estão cinco razões que ajudarão você a entender por que os abacates são bons para perder peso.

Abacate comprovado para ajudar a remover a gordura da barriga

Estudos mostram que a substituição de óleos de cozinha convencionais por óleos de abacate, ricos em ácidos graxos monoinsaturados e oleicos, pode reduzir a quantidade de gordura na cavidade abdominal, o que pode reduzir o risco de síndrome metabólica (indicadores negativos de saúde associados ao ganho de peso). Um estudo recente da Penn State descobriu que pessoas que consumiam 40 gramas (cerca de 3 colheres de sopa) de óleo oleico alto (como óleo de abacate) diariamente por quatro semanas reduziram a gordura da barriga em 1,6% em comparação com as pessoas que consumiram a mistura. óleos de linhaça e açafrão, ricos em alto teor de gorduras poliinsaturadas.

Uma colher de sopa de óleo de abacate contém cerca de 120 calorias e 10 gramas de gordura monoinsaturada – o perfil nutricional é quase idêntico ao azeite virgem extra. Porém, diferentemente do último, o óleo de abacate tem uma temperatura de combustão muito alta, portanto pode ser usado para fritar e fritar sem o risco de formação de radicais livres, o que pode prejudicar sua saúde.

O abacate acelera a perda de peso

Estudos mostram que pessoas que comem abacates regularmente tendem a pesar menos. 

Esta baga contém muita fibra e gorduras saudáveis ​​que nosso corpo precisa. Este tipo de gordura não prejudicará a figura, se não for consumido excessivamente. Além disso, essas gorduras e uma quantidade suficiente de fibras prolongam a sensação de saciedade e ajudam a reduzir o apetite brutal. 

Nutrindo seu corpo com gordura saudável, é mais provável que desista da gordura armazenada nele. Além disso, geralmente ganhamos peso devido ao estresse, e um abacate ajuda a neutralizar esse efeito, para que você coma e perca peso.

O abacate é rico em fibras e pobre em carboidratos – duas qualidades-chave que contribuem para uma perda de peso mais rápida combinada com uma dieta saudável.

Abacate ajuda a absorver mais nutrientes

Baixo teor calórico, rico em vitaminas e saturado com nutrientes importantes que podem reduzir a cintura, vegetais – o melhor amigo da perda de peso; mas você não se beneficiará muito da salada sem adicionar um pouco de gordura adequada.

Em um estudo publicado na revista Molecular Nutrition & Food Research, os pesquisadores alimentaram os participantes do experimento com saladas com gorduras saturadas, monoinsaturadas e poliinsaturadas, e depois testaram seu sangue para absorção de carotenóides lipossolúveis (substâncias que ajudam a se livrar da gordura).

Resultado? As saladas de vegetais com suplementos de gordura monoinsaturados exigiam a menor quantidade de gordura – apenas 3 gramas – para acelerar a absorção de carotenóides, enquanto a adição de molho com ácidos graxos saturados e poliinsaturados exigia mais gordura (20 gramas) para obter o mesmo efeito. Adicionar abacates à salada permitiu aos participantes absorver três a cinco vezes mais carotenóides.

Assim, se você adicionar abacate à sua salada de legumes, não ficará melhor, mas, pelo contrário, perderá peso devido à perda de gordura.

Abacate melhora a digestão

A maioria das pessoas não gosta de discutir a saúde de seus intestinos, mas quando não funciona adequadamente, você pode se sentir um pouco estranho e até muito mal. O conteúdo de fibra em abacates ajuda esta parte do seu corpo a funcionar corretamente. Um abacate contém 8 gramas de fibra solúvel e insolúvel.

Se você fizer desta baga verde uma parte regular de sua dieta, esquecerá os problemas digestivos (como constipação).

Abacate acelera o metabolismo e aumenta a resistência no ginásio

A nutrição esportiva antes do treino fornece mais energia, o que significa que você pode se exercitar mais para queimar mais calorias. Segundo os pesquisadores, comer abacates pode fornecer a mesma explosão de energia, mas de maneira natural e sem danos à saúde. Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition comparou os efeitos de uma dieta rica em ácido palmítico (gordura saturada) de três semanas com uma dieta rica em ácido oleico e em ácido oleico (gorduras monoinsaturadas, que incluem abacates).

Os indivíduos seguiram cada dieta por três semanas, durante as quais os pesquisadores avaliaram a atividade física e a taxa metabólica após a ingestão. Resultados? A atividade física foi 13,5% maior durante uma dieta rica em ácido oleico, e o metabolismo após uma refeição foi 4,5% maior que a dieta com palmitina.

Substitua frituras, assados ​​e gorduras e óleos familiares por abacate ou óleo de abacate. Isso aumentará o nível de energia limpa que mantém seu metabolismo em um nível alto, mesmo depois que você sai da academia.